O Espírito Santo: seus símbolos bíblicos e sua obra, a Igreja
abril 18, 2013
Os membros da Igreja
abril 18, 2013

A Igreja de Jesus criada pelo Espírito: Povo de Deus e Corpo místico de Cristo

109 O que significa a palavra “IGREJA”?

A palavra “Igreja” vem do grego do Novo Testamento, e quer dizer “convocação” ou “congregação”, como a assembléia do povo de Deus junto ao Sinai (ver Ex 19). Ela designa a assembléia litúrgica: Primeiramente, quando vos reunis em assembléia (para a escuta da palavra, a oração comum e a Eucaristia) há entre vós divisões … (1Cor 11,18). Designa também a comunidade local: … à Igreja de Deus que está em Corinto (1Cor 1,2). E designa toda a comunidade universal dos crentes: … não sou digno de ser chamado apóstolo, porque persegui a Igreja de Deus (1Cor 15,9). Estas três maneiras de falar são inseparáveis: a Igreja é o Povo de Deus presente no mundo inteiro, que se realiza em comunidades locais, concretas, e se reúne, sobretudo, para celebrar a Ceia do Senhor, a Eucaristia.

110 Por que a Igreja é chamada de “Povo de Deus” (cf. At 10,35)?

Em qualquer nação, quem teme a Deus e pratica a justiça é agradável a Ele. Mas, desde Abraão, o Senhor revelou sua vontade de constituir para si “um povo”: Eu farei de ti uma grande nação … em ti serão abençoadas todas as famílias da terra (Gn 12,2). Preparando o cumprimento desta promessa, os filhos de Israel, foram constituídos no Povo de Deus: Pois tu és um povo consagrado ao Senhor, teu Deus. É a ti que o Senhor, teu Deus, escolheu para vir a ser o povo que é a sua parte pessoal entre todos os povos que estão sobre a face da terra (Dt 7,6).

Além disso, é o Senhor mesmo quem alarga a esperança de Israel, prometendo: Eis que virão dias, diz o Senhor, em que farei uma Nova Aliança com a casa de Israel, com a casa de Judá … Gravarei a minha Lei em suas entranhas, e as inscreverei nos seus corações e serei o seu Deus e eles serão o meu povo. Todos me conhecerão, desde o menor até o maior, diz o Senhor (Jr 31,31-34).

Jesus realizou esta esperança e cumpriu esta promessa: Este cálice é a Nova Aliança em meu sangue: todas as vezes que dele beberdes, fazei-o em memória de mim (1 Cor 11,25). Já não por nascimento entre os judeus, mas pelo novo nascimento pela água e pelo Espírito Santo, o batismo (ver Jo 3,5-6), somos um POVO de DEUS: Vós sois uma raça eleita, um sacerdócio real, uma nação santa, o POVO de sua particular propriedade, a fim de que proclameis as maravilhas daquele que vos chamou das trevas para a sua luz admirável. Vós que, outrora, não éreis um povo, mas agora sois o POVO de DEUS; vós que não tínheis alcançado misericórdia, mas agora alcançastes a misericórdia (1 Pe 2,9-10).

Como o primeiro Israel, peregrino no deserto durante o Êxodo do cativeiro do Egito, já é chamado de IGREJA de DEUS (Nm 20,4; Dt 23,1-5), assim o novo Israel (ver Hb 9,15-23; Gl 3,15-29; Rm 11,1-24), que caminha agora em busca da morada futura (Hb 13,14), é chamado pelo Cristo de “IGREJA”: Pois eu te digo: tu és Pedro, e, sobre esta pedra, eu edificarei a minha IGREJA (Mt 16,18). O próprio Cristo adquiriu a Igreja como Seu sangue: Cuidai de vós mesmos – ó presbíteros da Igreja de Éfeso – e de todo o rebanho de cuja guarda o Espírito Santo vos constituiu responsáveis. Apascentai a Igreja de Deus, que ele (Jesus) adquiriu para si com o seu próprio sangue (At 20,28).

111 Por que a Igreja é o “Corpo de Cristo”?

Por revelação, atestada nas Escrituras, sabemos que a Igreja é o Corpo de Cristo: Com alegria, dai graças ao Pai que vos tornou capazes de participar da herança dos santos na luz. Ele nos arrancou das trevas e nos transferiu para o reino do Filho no amor. Nele somos libertos; nossos pecados são perdoados. Ele (o Filho, Jesus) é a imagem do Deus invisível, Primogênito de toda a criatura … Tudo foi criado por ele e para ele, ele, que existe antes de tudo, e tudo nele se mantém, e ele é a cabeça do CORPO, que é A IGREJA (Cl 1,12-18). Com efeito, em um só Espírito fomos batizados todos nós para sermos um só CORPO (1 Cor 12,13). Na verdade, sendo um só o PÃO, todos os que participamos deste único PÃO (na Eucaristia) formamos um só CORPO (1 Cor 10,17). Assim nos tornamos membros deste CORPO (1 Cor 12,27). Por isso, somos todos membros uns dos outros (Rm 12,5).

Este Corpo de Cristo, a Igreja, é a Família de Deus, a Construção de Deus e o Templo de Deus: Ele (Jesus Cristo) quis assim criar em si, a partir do judeu e do pagão, um só homem novo, estabelecendo a paz, e reconciliá-lo com Deus, ambos em um só CORPO … E é, graças a ele (Cristo Jesus) que uns e outros, num só Espírito, temos acesso ao Pai. Assim não sois mais estrangeiros nem migrantes: sois concidadãos dos santos, sois da FAMÍLIA DE DEUS. Fostes integrados na CONSTRUÇÃO que tem como fundamento os apóstolos e os profetas, e o próprio Jesus Cristo como pedra mestra. É nele que toda a construção se ajusta e se eleva para formar um TEMPLO SANTO no Senhor. É nele, também, que vós sois, todos juntos, integrados na construção para vos tornardes morada de Deus pelo Espírito (Ef 2,15-22).

112. Onde reconhecemos nos Evangelhos a vontade de Cristo de que a Igreja exista e continue a evangelizar?

Jesus chamou particularmente discípulos, aos quais denominou “apóstolos”: Andando ao longo do mar da Galiléia, viu dois irmãos: Simão, chamado Pedro, e André, seu irmão que lançavam rede ao mar, pois eram pescadores. Disse-lhes: “Vinde comigo, e farei de vós pescadores de homens”. Eles, deixando as redes, o seguiram … (ver Mt 4,18-22). Escolheu os Doze dentre seus discípulos: Naqueles dias, Jesus foi à montanha para orar, e passou à noite orando a Deus. Depois, quando amanheceu, chamou os seus discípulos e escolheu doze deles, aos quais deu o nome de apóstolos (Lc 6,12-13).

Ele os instruiu e os enviou em missão (Mt 10,1). Alertou-os contra a hostilidade que sofreriam e as perseguições, prometendo-lhes a assistência do Espírito Santo (Mt 10,17.20). Pediu-lhe suma adesão pessoal até o dom da própria vida: Portanto, não tenhais medo deles! … Não temais os que matam o corpo, mas não podem matar a alma. Temei muito mais o que pode fazer com que pereçam alma e corpo na geena … Todo aquele que se tiver declarado por mim diante dos homens, eu me declararei por ele diante do meu Pai que está nos céus … (ver Mt 10,26-33).

Respondeu à confissão de fé do Apóstolo mudando-lhe o nome e dando-lhe a missão de ser pedra fundamental de sua Igreja: Feliz és tu, Simão, filho de João, porque não foi nem a carne nem o sangue que te revelaram isto, e sim o meu Pai que está nos céus. Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja e as portas do inferno não prevalecerão contra ela (Mt 16,17-18).

Chamou os discípulos de pequenino rebanho, prometendo-lhes o Reino dos céus (Lc 12,32). Finalmente, enviou-os a todo o mundo garantindo-lhes que estaria com eles todos os dias até o fim dos tempos (Mt 28,19-20).