31 DIAS NO AMOR DE DEUS – 20o DIA – O abraço apertado
novembro 13, 2017
Jesus – Nas águas do Jordão – Giovanni Papini
novembro 15, 2017

Bênçãos na Igreja – os “Sacramentais”

Sacramentais ou bênçãos

 

214 Por que a Igreja instituiu os sacramentais ou bênçãos?

A Sagrada Escritura atesta que todo membro do Povo de Deus é chamado a ser uma bênção (ver Gn 12,2: em ti serão abençoadas todas as gentes) e a abençoar: bendizei, pois a isto fostes chamados (1Pe 3,9; ver Lc 6,28; Rm 12,14). Por isso, ao lado de bênçãos que a Igreja estabeleceu para uso do Santo Padre (por exemplo, a bênção “urbi et orbi”, “para a cidade de Roma e para o mundo”), Bispos, Presbíteros, Diáconos e os Leigos Cristãos também podem conferir numerosas bênçãos (por exemplo, a bênção das refeições, a bênção dos filhos pelos Pais, etc.).

215 Por que se chamam “sacramentais”?

Porque, como os sacramentos, são sinais sagrados, que significam efeitos principalmente espirituais, obtidos pela oração da Igreja. São fruto do sacerdócio comum de todos os fiéis batizados, membros do Corpo de Cristo, Povo de Sacerdotes.

A diferença está em os sacramentais não foram instituídos como os sacramentos pelo próprio Jesus. Por isto os sacramentais dependem da fé com que são dados e recebidos, enquanto que os sacramentos dependem só da Palavra do Senhor. Os sacramentos. com efeito, realizam o que significam apenas pela força desta Palavra. Por exemplo: Isto é o meu Corpo depende apenas da vontade e da palavra de Jesus, e não da fé ou não fé de determinada pessoa. Enquanto que a bênção depende da fé quem dá e de quem recebe.

216 Como são dadas as bênçãos?

No costume aprovado da Igreja, geralmente compreendem uma oração, a imposição das mãos, com ou sem sinal da Cruz ou a aspersão da água benta. Quanto mais a bênção se referir à vida da comunidade e da Igreja, ou estiverem ligadas à vida sacramental (bênção das alianças no casamento) elas estarão reservadas ao ministério ordenado). O uso do sinal da cruz, no entanto, é muito recomendado