A Santa dos Impossíveis – Rita de Cássia
maio 22, 2016
Um abraço do Papa: reaberto o diálogo entre o Islã e o Ocidente!
maio 23, 2016

Leitura Orante de Jo 16,12-15: Evangelho da Festa da SS. Trindade – Ano “C”

A entrega de Jesu, dom do Pai no Espírito de Amor

“Tenho muitas coisas ainda a dizer-vos” (Jo 16,12)

Evangelho da Solenidade (Ano “C”)

Tenho muito ainda a dizer-vos, mas não podeis compreender agora. Quando Ele, o Espírito da Verdade, vier, Ele vos conduzirá à verdade completa. Pois não há de falar de Si mesmo, mas dirá tudo o quanto tiver ouvido e vos anunciará as coisas futuras.

O Amor é um mistério! Um casal feliz, que se ama e se conhece, vai sempre descobrindo mais um ao outro e no intercâmbio entre os dois. Filhos amorosos sempre vão descobrindo melhor os seus Pais. O cientista, que ama seus estudos e pesquisas e ensino, sempre amplia seu coração e ama melhor e mais profundamente. O Espírito do Pai sempre nos mergulha mais no Amor que é Deus, Unidade na Trindade, Trindade na Unidade, Perfeitíssima e Absoluta Comunhão. Glória a Ti, Jesus, Filho Eterno do Pai Eterno no Eterno Amor, o Espírito Santo! Tudo é Deus em Deus! Tudo é Eterno no Eterno! Tudo é Amor no Deus, que é Amor (1Jo 4,15). A Verdade e a Vida és Tu, Bom Jesus! Que cresçamos no Teu dom, a Caridade, e chegaremos, com Fé e Esperança até medirmos toda a profundeza, a altura e a amplidão do Teu Coração! Então, só restará a Caridade, já não precisaremos da Fé e da Esperança, e conheceremos Deu Uno no Amor trinitário, sem sombras nem enigmas (ver 1Cor 13,12-13).

Ele [o Espírito da Verdade] me glorificará, porque anunciará do que é Meu para vos anunciar. Tudo o que meu Pai tem é Meu. Por isso Eu vos disse que Ele [o Espírito Santo] receberá do que é Meu para vos anunciar.

Assim, Bom Mestre, que nasceste de Maria Virgem, a Mãe da Sabedoria, por obra do Espírito Santo, pela força suavíssima e irresistível do mesmo Espírito, por Ti, chegamos ao Pai! A obra da nossa Salvação é Tua, por vontade do Pai, no amor do Espírito Santo! Há quem contemple a Ti, ó Filho Eterno feito Filho do Homem, crucificado e perceba que o madeiro da Cruz significa o Pai que Te sustenta na entrega definitiva, e os cravos nas Tuas mãos e pés são símbolo do amor do Espírito, que Te fixa na doação a nós, Corpo dado, Sangue derramado, de uma vez para sempre! Amém! Aleluia!

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo, em cujo Nome fomos batizados!

Aleluia!