São Brás, o que abençoa nossas gargantas – 3 de fevereiro
Fevereiro 2, 2016
Nossa Senhora de Lurdes, a Imaculada Conceição – 11 de fevereiro
Fevereiro 10, 2016

“O Deus desejável”; “Ilusão financeira”; “Autos do processo de Vieira na Inquisição”, etc.

Padre António Vieira, ”Obra Completa – Autos do Processo de Vieira na Inquisição – Tomo III – Volume IV”, Loyola / SP 2015, 23×16, 667 pp.

 

O volume permite conhecer o impacto das ideias de Vieira na sociedade conservadora do seu tempo, em particular sua audaciosa amizade com os judeus e o judaísmo. A Profa. Dra. Adma Muhana (USP / Brasil) comenta: “No caso destes ‘Autos do processo de Vieira na Inquisição’, não constituindo uma edição definitiva, certamente constitui um aprimoramento no acesso a essa valiosa documentação histórica – após mais de trezentos anos de publicações parciais (…) – o que propicia sua releitura e a consequente elaboração de estudos diferenciados, com base numa maior e, todavia, mais coesa pluralidade de testemunhos”. Assim a notável publicação permitirá não apenas progressos para os estudiosos da obra de Vieira, mas auxiliará historiadores, em particular o que desejem melhor conhecer a mentalidade e os procedimentos da Inquisição lisboeta.

 

André Fossion, “O Deus desejável – proposição da fé e iniciação”, Loyola / SP2015, Coleção “Theologica”, 23×16, 278 pp.

 

O Autor leciona no Centro Internacional “Lumen Vitae” (Bruxelas / Bélgica), do qual já foi diretor. Ele argumenta que nosso Deus não se impõe, e crer n’Ele não é necessário para sermos felizes: “mas a fé em um Deus bom, salvador e libertador é um dom precioso e gratuito”. Obra dirigida para estudiosos.

 

Gaël Giraud, “Ilusão financeira”, Loyola / SP 2015, 21×14, 204 pp.

 

O Autor, jesuíta, é pesquisador em economia, membroda Escola de Economia de Paris, do conselho científico do Laboratório sobre regulação Financeira e do Observatório Europeu “Finance Watch” e do Conselho Científico da Fundação “Nicolas Hulot”. O apresentador do livro no diário “Le Monde” escreveu: “Modelo de pedagogia para compreender a crise”. A obra é de leitura quase obrigatória para todos os que se debruçam sobre estes tempos difíceis para governos e populações.

 

Walter Praxedes, “A educação reflexiva na teoria social de Pierre Bourdier”, Loyola / SP 2015, Coleção “Caminhos da formação docente – Coordenador Nélson Piletti, 23×16, 69 pp.

 

O Autor leciona na Universidade Federal de Maringá. Nesta obra ele se dedica a nos apresentar parte da proposta de Pierre Bourdier, para quem, apenas conhecendo os mecanismos que fazem com que a educação escolar contribua para a reprodução do sistema desigual e de privilégios poderemos construir uma educação alternativa e educandos capazes de refletir. Livro escrito para educadores.

 

Paulo Margutti, “Desenvolvimento, cultura, ética – As ideias filosofcias de Mário Vieira de Mello”, Loyola / SP, 2015, Coleção “FAJE”, 19×12, 184 pp.

 

O Autor leciona na FAJE / BH / MG e fez seu doutorado na Universidade de Edinburgh, Escócia. Nesta obra ele apresenta e discute as ideias de Mário Vieira de Mello, diplomata brasileiro, que se ocupou em analisar a realidade brasileira, a partir de uma posição filosófica definida. Livro dedicado aos que se empenham em pensar o Brasil e sua gente.