Carne espanhola e à moda de Paris!
março 19, 2015
Cozido e Carne “au gratin”
março 20, 2015

O Papa Francisco diz “Não!” à pena de morte!

 

 

• Com a pena de morte nunca se chegará à justiça. Hoje em dia, a pena de morte não é mais admissível.
• A Igreja defende a vida humana desde a sua concepção até a morte natural e defende também a plena dignidade da pessoal humana, enquanto imagem de Deus.
• A vida humana é sagrada, pois é fruto da ação criadora de Deus e é por Ele amada.
• Os governos podem matar por ação (pena de morte, guerras…) e por omissão (quando não garantem às populações o essencial à vida).
• O Mandamento de Deus “Não matarás” também leva a dizer “não a uma economia de exclusão e de iniquidade”.
• A vida humana pertence só a Deus, e mesmo o assassino conserva sua dignidade perante Deus, pois o que Deus quer é o arrependimento do pecador, e não sua morte.
• Com a pena de morte não se faz justiça à vítima, mas se fomenta a vingança.
• Citando o grande escritor russo, Dostoevskij, o Papa lembrou: “Matar a quem matou por sentença judicial é pior que o assassinato cometido por um criminoso”.
• Além disso, sempre há possibilidade de erro judicial.
• A pena capital nega ao condenado a possibilidade de reparação, de confissão, de conversão interior, arrependimento e expiação, caminho para o mar misericordioso e restaurador de Deus.
• A pena de morte é um instrumento a que recorrem os regimes ditatoriais e os grupos fanáticos, e isto, como no passado, também afeta a Igreja, causando novos mártires.
• Hoje, discute-se o modo de executar a pena de morte, como que para encontrar um modo de fazê-lo bem, mas não há forma humana de matar a pessoa.
• Hoje, existem maneiras de reprimir o crime sem privar a pessoa da possibilidade de se redimir.
• As penas de longa duração, como a prisão perpétua, são uma pena de morte encoberta, pois privam a pessoa não só da liberdade, mas também da esperança, do amor anunciado pelo Evangelho.
• O mundo precisa de testemunhos da misericórdia e da ternura de Deus.

(extraído de NEWS.VA – 20 de março de 2015 – Notícia sobre a carta do Santo Padre ao Presidente da Comissão Internacional contra a Pena de Morte)