Santa Clara
agosto 25, 2013
Companheiros de Jesus?
agosto 30, 2013

O Papa Francisco eleva a voz em defesa “da amada nação síria” – 25.08.13

O Papa Francisco eleva a voz em defesa “da amada nação síria”

GuerraSíria_pai&efilhoGuerraSíria_criançasmortasGuerraSíria_fugapelodeserto

Este domingo, 25 de agosto de 2013, a alegre multidão reunida na Praça de São Pedro para rezarem “o Anjo do Senhor” com o Papa Francisco, ouviu atenta seu apelo contra a violência na Síria. Disse o Santo Padre:

Calem-se as armas na Síria. Não é o combate que resolverá os problemas. Com grande sofrimento e preocupação, continuo seguindo a situação na Síria” (em dois anos e meio de guerra civil morreram mais de 100 mil pessoas e 4 milhões são refugiados – um quinto de toda a população!). O aumento da violência nesta guerra entre irmãos, com a multiplicação de destruições e atrocidades – que todos pudemos ver nas horrendas imagens destes dias – me leva a elevar mais uma vez a voz para que se calem as armas. Não é a luta armada que oferece esperanças para resolver os problemas, mas a capacidade de encontro e diálogo (…) Do mais profundo do coração faço-me próximo, com a prece e a solidariedade, a todas as vítimas deste conflito, especialmente às crianças, e convido todos a manter esperança na paz (…) Que a comunidade internacional se mostre mais sensível a esta trágica situação e coloque todo seu empenho para ajudar a amada nação síria a encontrar uma solução quanto a esta guerra, que semeia destruição e morte…

Jesus nos diz que há uma porta que nos dá entrada à família de Deus, ao calor da Casa de Deus, à comunhão com Ele. Esta porta é Jesus mesmo. Ele é a passagem para a salvação. Ele nos conduz ao Pai. A porta, que é Jesus, nunca está fechada, sempre está aberta a todos, sem exclusões, sem privilégios (…) Todos são convidados a passar por esta porta, a passar pela porta da Fé, a entrar na Sua Vida, e a fazê-lo entrar na nossa vida, para que Ele a transforme, renove, lhe conceda alegria plena e duradoura (…) Ser cristão não é levar um rótulo, mas viver e testemunhar a Fé na prece, nas obras de caridade, na promoção da justiça, em fazer o bem.

Peçamos à Virgem Maria, Porta do Céu, que nos ajude a passar pela porta da Fé, a deixarmos que seu Filho transforme toda nossa existência, como transformou a Sua, para levar a todos a alegria do Evangelho!