Um Deus “sem teto”
Abril 18, 2013
Milagres no Êxodo
Abril 18, 2013

O Senhor falava a Moisés como um amigo a seu amigo (ver Ex 33,11)

moisesorandoNa Transfiguração, encontramos Moisés junto a Jesus (Mt 17,3-4). Esta é uma canonização autêntica pelos próprios textos evangélicos! Na Carta aos Hebreus encontramos um elogio a sua fé: “Pela fé, Moisés, já adulto, recusou ser chamado de filho da filha do faraó. Ele preferiu tomar parte dos sofrimentos do povo de Deus a desfrutar as delícias passageiras do pecado.
Tinha por maior riqueza a humilhação de Cristo do que os tesouros do Egito (…) Foi pela fé que Moisés deixou o Egito, sem medo das iras do rei, permaneceu firme no seu propósito como se visse o invisível…” (ver Hb 11,23-29).

Dando graças a Deus pelas maravilhas operadas pelo Senhor na história do povo, Jesus Bem Sirac escreve: “(O Senhor) fez sair de Jacó um homem de bem, que gozou do favor aos olhos de todos, amado de Deus e dos homens, cuja memória é abençoada. (O Senhor) concedeu-lhe glória igual à de seus Anjos, e o tornou grande, temido pelos seus inimigos, deu-lhe os mandamentos (…) Por causa de sua fidelidade e brandura, Deus o consagrou, fê-lo ouvir sua voz, introduziu-o na nuvem luminosa, deu-lhe, face a face, os mandamentos…” (ver Eclo 45,1-5).

A grande vitória de Moisés foi a fidelidade com que voltou o coração do povo para o esquecido Deus de Abraão, graças à intimidade a que o próprio Senhor lhe concedeu. Moisés foi um homem de Deus, um homem de oração. Suas meditações no deserto, seu encontro com o Senhor diante da sarça ardente (ver Ex 3), abriram espaço para alguém que falava com Deus. Nós o vemos apelando ao Senhor em todas as dificuldades. Na batalha contra os amalecitas, ele permaneceu em oração de braços abertos, e o texto atribui a sua intercessão a vitória final (ver Ex 17,8-16). Assim Moisés teve ânimo de enfrentar o Senhor, intercedendo pelo povo pecador: “Vê se podes (ó Senhor) perdoar-lhes o pecado. Se não, apaga-me do livro que escreveste!” (ver Ex 323,30-32). Sim, “o Senhor costumava falar com Moisés face a face, como um amigo fala com seu amigo” (Ex 33,11)!