Coisas da Bíblia: O Livro do Levítico
abril 18, 2013
Padeceu sob o poder de Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado
abril 18, 2013

OS IRMÃOS DE JESUS E OS VERDADEIROS FILHOS DE MARIA

64. Quem são os irmãos de Jesus?

Os chamados “irmãos e irmãs” de Jesus nunca são apresentados como filhos nem de Maria nem de José. Na verdade, temos os nomes de alguns dos ditos irmãos de Jesus como é Tiago e Joses ou Joset (Mc 6,3; Mt 13,55). Ora, eles eram filhos de uma outra Maria, citada entre as santas mulheres que acompanhavam Maria, Mãe de Jesus, no Calvário: “… Maria Madalena; Maria, mãe de Tiago, o Menor, e de Joses; e Salomé” (Mc 15,40). Logo adiante esta outra Maria é referida como Maria de Joses (Mc 15,47) e como Maria de Tiago (Mc 16,1). Mateus a menciona como “mãe de Tiago e Joses” (Mt 27,56) e, depois, como a outra Maria (Mt 27,61; 28,1). Lucas, igualmente, menciona a mãe de Tiago (Lc 24,10), como esta mulher discípula, testemunha da crucifixão e da ressurreição.

Em resumo: na Bíblia não se fala de outro filho de Maria a não ser Jesus. No caso em que dá o nome de irmãos de Jesus, está claro que são filhos de outra Maria.

65. O que significa “irmão” e “irmã” na Bíblia?

Devemos ter em conta que as Escrituras usam os termos “irmão”, “irmã” num sentido muito amplo, para designar familiares que são até tio e sobrinho, como o caso de Abraão e Lot (Gn 13,8; 14,14.16); ou mesmo noivos e enamorados (ver este uso freqüente no Cântico dos Cânticos). Outro exemplo: Zelofad morreu sem ter tido filhos homens, só filhas, e suas filhas chamam de seus “irmãos” outros familiares, homens da família do pai ( ver Js 17,3-6). Do mesmo modo, Jesus usou amplamente estes mesmos termos, quando, já ressuscitado, chamou os seus discípulos de meus irmãos (Mt 28,10: Vai dizer a meus irmãos que eles devem ir a Galiléia, onde me verão).

66. O que começa o Senhor a revelar com a virgindade materna de Maria?

Com a virgindade materna de Maria, o Senhor começa a manifestar o seu plano de fazer seus filhos, sua família gente de todas as nações, tribos, povos e línguas (Ap 7,9), sem olhar mais laços de carne e sangue, mas considerando a fé e adesão a palavra de Deus. Com Maria, Deus começa uma nova humanidade: Por isso, se alguém está em Cristo, é uma nova criatura. O mundo antigo passou; eis que a aí está uma realidade nova (2 Cor 5,17).

67. O que a Igreja ensina sobre o fim da vida terrena de Maria Santíssima?

Escreveu o Evangelista: O discípulo a levou para a sua casa desde aquela hora (Jo 19,27), assumindo Maria como sua própria Mãe diante da palavra de Jesus crucificado: Filho, aí está a tua Mãe; Mãe, está aí o teu Filho (Jo 19,26-27). Assim a Igreja assumiu e cuidou de Maria e guarda a sua memória como dom precioso de Deus. Assim também, apesar de que as Escrituras nada relatarem do fim de Maria nesta terra, a Igreja conserva a memória de sua bem aventurada morte e crê na sua assunção em corpo e alma ao céu.