Rezando com São Basílio Magno A ação do Espírito Santo
maio 11, 2016
Miolo e línguas: vários modos de preparar!
maio 12, 2016

Perdoar e ser perdoado: no seio da Misericórdia

Perdoar: Condição para ser perdoado (a)

 

Perdoar é a junção de ” per ” com “doar”. Doar é mais do que dar. Doar é a entrega total do outro. O prefixo “per” que tem várias acepções, indica movimento no sentido “de” ou em “direção” a ou “através” ou “para” etimologicamente falando, portanto, perdoar, quer dizer doar ao outro a possibilidade de que ele possa amar, possa doar-se.

A palavra “perdoar” em Aramaico significa literalmente “desvencilhar-se”. O perdão é para o seu próprio benefício, e não para quem o feriu. Libertar-se por meio do perdão é como libertar-se de uma prisão.

O perdão é o fogo que queima todas as fichas pretas arquivadas no meu baú ao longo da minha trajetória. O perdão é o fogo que cauteriza as feridas do coração machucado, ferido por mais antigas que sejam.

Perdoar é se libertar do sentimento de mágoa. Perdoar não é ser condescendente. Precisamos experimentar quanto a misericórdia de Deus nos ajuda, nos recria, nos salva, para buscarmos um “coração misericordioso”. Sem misericórdia não é possível viver bem com nossos irmãos. Perdoar não é fraqueza é fortaleza! Não é injustiça é misericórdia!
Jesus nos ensinou, ordenou e pôs como condição necessária o perdão para sermos perdoados por Deus. Pedro perguntou a Jesus:

– “Senhor, quantas vezes devo perdoar ao meu irmão que pecar contra mim? Até sete vezes?
– Não te digo, Pedro até sete vezes. Mas, setenta vezes sete” (Mt 18, 21 – 22).

Em Mc 11, 26, Jesus afirma: “Mas, se não perdoardes uns aos outros, também vosso Pai Celeste não vos perdoará as vossas ofensas”.

Na oração do Pai-Nosso, Jesus nos ensinou: “Perdoai-nos assim como nós perdoamos”… Se eu não perdoo, como posso rezar o Pai-Nosso?

A oração é o meio mais eficaz de receber a graça do perdão. Nela entramos em contato direto com o Coração de Deus, que é fonte viva do amor.

A oração de perdão nos põe diante de quatro dimensões que precisam ser trabalhadas em nós: perdoar a quem nos ofendeu; perdoar a nós mesmas (os); pedir perdão; perdoar Deus.

“Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também.” (Colossenses 3, 13 ).