Os moradores da ilha
maio 30, 2015
“Juízes”, o Livro: a Bênção vai vencendo
junho 1, 2015

Rezando o Hino das Primeiras Vésperas da Solenidade da Santíssima Trindade

Santíssima Trindade de Itaici por Cláudio Pastro

Trindade Bendita!

 

Ó Trindade imensa e uma,
Vossa força tudo cria!
Vossa Mão, que rege os tempos,
Antes deles existia

Tão simples, tão divina, Comunhão de Amor, rica em variedade, firme na unidade, Trindade magnífica, desde sempre não és solidão, mas Vida intensa e vibrante. Oceano imenso de amor sem fim, Trindade és fonte e abismo de infinitos e soberanos bens. As necessidades em que fomos criados são outros tantos desejos, outros tantos apelos, outras tantas orações a Tua inesgotável bondade.

Oceano de puro Amor, de verdadeira Ternura, até mesmo recuaste e recuas para dares espaço a nossas existências, nossos combates, nossas escolhas. És Amor, nada orgulhoso, nada imperial e autocrata, mas Misericórdia, Dom, Entrega! Deus Uno e Trino, só Tu és Bom!

Vós, feliz, num gozo pleno,
Totalmente Vos bastais.
Pura, simples, generosa,
Terra e espaços abraçais.

Ainda que fujamos nos mais altos montes, ou nos escondamos em profundas cavernas, ainda assim Tu Te fazes encontrar por quem não Te procura. Ninguém pode se ocultar de Ti, Deus Amor-amor. Tu nos criaste, nos redimiste e abres para nós as portas do paraíso, da terra sem males, dos céus, morada dos que se deixam levar por Tua caridade, que tudo crê, espera e perdoa.

Ó Luz Viva, reuni-nos
Com os Anjos lá nos céus,
No louvor da vossa glória,
Que veremos sem ter véus.

Trindade magnífica, na Tua Luz criaste os luminares dos nossos dias e noites. Nosso sol se põe e se levanta, mas Tu, Sol da Verdade, brilhas sempre. Tudo vês com bons olhos, luminosos olhos, e assim recolhes até as migalhas de nossas boas ações para lhes dar valor infinito. Uma pequena moeda basta para que a tornes página do Teu esplêndido Evangelho! Bendita sejas hoje e sempre, Santíssima Trindade, Pai e Filho e Santo Espírito! Amém!