Disponível online todo o magistério pontifício sobre a comunicação!
outubro 3, 2015
Comungar bem!
outubro 10, 2015

Santa Teresinha e seus santos pais no Sínodo!

Composição: Santa Teresinha, seus Pais e Irmãs

O Papa Francisco quer as relíquias de Santa Teresinha e dos seus santos Pais no Sínodo deste mês de outubro de 2015

 

No dia 18 de outubro, Luís Martin e Zélia Guérin serão declarados santos, inscritos no cânon dos santos da Igreja (“canonizados”). O acontecimento está marcado para acontecer durante o Sínodo Extraordinário dos Bispos sobre a Família (de 4 a 25 de outubro). Suas relíquias e as da filha serão expostas à veneração dos fiéis na Capela da Virgem “Salvação do Povo Romano” (“Salus Populi Romani”), na Basílica papal de Santa Maria Maior, que é de especial devoção do Papa Francisco.

Declara o procurador da causa dos esposos Martin: “Luís e Zélia demonstraram com suas vidas que o amor conjugal é um instrumento de santidade, levado a termo por duas pessoas. Este é – penso eu – o elemento mais importante para valorizar a família. Há uma enorme necessidade de uma espiritualidade simples realizada na vida cotidiana.

Em 2012, o Papa Bento XVI quis que o relicário dos esposos Martin estivesse em Milão, durante o VII Encontro Mundial das Famílias. Luís e Zélia tiveram 9 filhos, sendo que quatro morreram criancinhas (Helena, José Luís, José, João Batista). As cinco filhas se fizeram religiosas: Maria, Paulina, Celina e Teresa, carmelitas em Lisieux; Leôncia, Visitandina. Teresinha, a caçula, foi canonizada, em 1925, declarada padroeira das missões, junto a São Francisco Xavier, em 1927; padroeira da França, junto a Santa Joana d’Arc, em 1944; Doutora da Igreja, em 1997.

Em agosto de 1873, Zélia escreveu a seu marido, Luís: “Eu te sigo em espírito o dia inteiro e vou me dizendo: ‘Agora ele deve estar fazendo isto’. Na há um momento em que eu não esteja junto a ti, meu querido Luís, e te amo de todo meu coração. Sindo crescer meu afeto pela privação que experimento de tua presença. Seria impossível par Amim viver longe de ti (…) As crianças me pedem para te dizer que estão contentes de terem vindo para Lisieux e te mandam um forte abraço”.

Santa Teresinha esteve sempre convencida desta fidelidade e santidade conjugais. Falando dos seus pais, disse: “O Senhor me fez nascer de uma terra santa”. Foi uma intuição que, no próximo 18 de outubro, se manifestará uma realidade.

MICHELANGELO NASCA
VATICAN INSIDER, LA STAMPA, 1 DE OUTUBRO DE 2015