O milagre de San Genaro aconteceu como de costume (19 de setembro)
setembro 19, 2017
Exceção em São Mateus? Nulidade do matrimônio.
setembro 27, 2017

Santos Cosme e Damião – 26 de setembro

Santos Cosme e Damião (+ 303)

26 de setembro

 

O Imperador Justiniano atribuiu a eles a cura de uma grave enfermidade, e lhes edificou uma bela igreja em Egera, antiga província romana da Cilicia, hoje Turquia, onde os dois gêmeos árabes tinham exercido a medicina e ganho fama de santos por sua dedicação, em particular aos pobres, competência e milagres. Suas relíquias foram, depois, transladadas para a cidade de Ciro, na Cilícia. Seu culto se espalhou e eles são padroeiros dos médicos.

No Brasil colonial, consta que eram padroeiros dos jesuítas, e, por isso, nas aldeias indígenas sob a guarda destes religiosos e nas suas escolas e colégios era feriado e havia doces para todos. Donde o costume, até hoje ainda praticado, mas com menos intensidade, pela insegurança reinante, da distribuição de doces para as crianças.

No seu tempo, os dois gêmeos médicos, moveram muitos pagãos a se converterem ao cristianismo. Assim, apesar da boa fama que gozavam, na grande perseguição do Imperador Diocleciano, o governador da Cilícia, Lísias, os fez prender, torturar e, afinal, decapitar.

O que não deteve nem o crescimento da Igreja, nem o renome dos dois, mencionados na 1ª Oração Eucarística. Em Roma, foi consagrada a ambos uma bela igreja no Fórum (erguida sob São Félix IV, Papa, 526-530).

Que eles continuem abençoando os médicos, seus pacientes, as crianças e as igrejas do Oriente próximo! Que eles atraiam mais corações árabes à Fé cristã!