Os Mártires de Agora – Papa Francisco
setembro 13, 2015
O Papa, conflitos e tensões, diálogos
setembro 24, 2015

São Lino (+ 79) 23 de setembro

Na Anáfora Eucarística I, o Cânon Romano, São Lino é invocado. Ele foi o primeiro sucessor de São Pedro. Segundo Santo Irineu de Lião, ele é o mesmo Lino mencionado na 2ª Carta a Timóteo (4,21). São Pedro morreu mártir sob o Imperador Nero (entre 56 e 57). Lino teria exercido o duro trabalho de conduzir a Igreja de Roma durante dez anos. As fontes não nos dão certeza sequer da data e das condições de sua morte. É dito que ele foi convertido e batizado pelo próprio São Pedro.

Há relatos que o dão como missionário nas Gálias, atual França. Seja como for, ter sucedido a São Pedro, não foi algo de pompa e circunstância. A perseguição de Nero deixara o grupo cristão em Roma muito diminuído e machucado. Pensemos que São Paulo foi morto quase na mesma data. Hoje, sabemos que o Papa Francisco, apesar dos pesares, goza de grande reconhecimento e prestígio. Lino viveu em tempos em que a fé cristã estava nos começos, e os cristãos formavam pequenos grupos, embora já difundidos em toda grande extensão do Império Romana e até entre povos além de suas fronteiras.

Há listas dos primeiros Papas que omitem o nome de Lino. Mas Santo Irineu, que esteve em visita à Roma, o menciona. Assim, Lino é um dos cristãos anônimos ou quase anônimos, pedra viva do Templo espiritual, a Igreja de Cristo (ver 1Pe 2,4-10). Seu nome está inscrito no Coração de Deus e não foi apagado da memória da Mãe Igreja. Ele é venerado como padroeiro de Volterra, Itália, onde guardam suas relíquias.