Reedições Loyola / SP 20.04.13
maio 2, 2013
Novidades Loyola – 03.05.13
maio 3, 2013

Templo de Deus

Não sabeis que sois templo de Deus?

A Palavra de Deus vai falar ao nosso coração através de dois versículos.

1) “Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e o meu Pai o amará, e nós viremos e faremos nele a nossa morada” (Jo 14, 23).

2)”Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; mas não a dou como o mundo . Não se perturbe nem se intimide o vosso coração” (Jo 14,27).

1. Ponto: São Paulo em sua 1ª carta aos Coríntios, no diz: “Não sabeis que sois templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (1Cor 3 16).
Sabemos que templo é um lugar onde o ser humano se encontra com o Absoluto,

Portanto se realmente temos fé e creditamos que somos esse Templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em nós, procuraremos estar sempre vigilantes, atentos para escutar, acolher e guardar com carinho a Palavra de Deus que vem a nós como luz para iluminar nosso caminho.

É preciso colocar-se como terreno receptivo e generoso, para acolher ação do Espírito Santo e deixar-se fecundar por Ele. Permitir que Ele invada e permeie a liberdade, a vontade, a inteligência, a memória, o coração, para que o Espírito Santo reze no íntimo, é transformar-se em tocha de luz, que ilumina o caminho para Deus e para as necessidades dos irmãos.

É preciso matricular-se na “Escola de Jesus” para aprender com Ele seus ensinamentos, como orar e como fazer a vontade do Pai no dia-a-dia. Jesus recomenda: “ entre no seu quarto, feche a porta, e reze ao Pai ocultamente” (Mt 6, 6).

Esse quarto é o seu interior, o seu coração às vezes tão tumultuado com tantos ruídos internos e externos que impedem de “escutar” a voz de Deus através da Palavra e das mediações.

Jesus conhece o “barro” de que é feita a pessoa. Facilmente ela abandona a Fonte do AMOR.; deixa-se levar pela dispersão, pela presunção, pelas aparências, pela conveniência e pela superficialidade, pelo “canto da sereia”.

É preciso deixar-se acarinhar pela presença amorosa de Deus, isto é, encontrar-se e encantar-se com o Senhor, ou seja, “entrar no quarto, fechar a porta e orar ao Pai” (Mt 6,6).

Na experiência do diálogo interior, a pessoa escuta e fala. É a escuta e a fala sintonizada de coroação a coração. Procure fazer esta experiência… Vale a pena!

2. Ponto:- Jesus nos diz: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou…” O Espírito Santo… ensinar-vos-á… recordar-vos-á … “ Deixo-vos a paz”. Não se trata da falsa paz mundana, fundada na injustiça, exploração, comodismo, egoísmo… mas da paz profunda que é sinal de que Deus está aí. A paz que somente ele pode dar.

Colher a paz e o Espírito do Ressuscitado implica em perdoar. O não perdão faz com que aprisione pessoas e situações em seu coração, travando uma luta interna contra elas, impedindo assim de gozar da paz que Deus pode dar.

Deus só quer a nossa felicidade e sabe que só a encontramos no caminho do amor. Indica-nos o caminho, mas nos deixa livres de trilhá-lo. Ele nos criou por amor e para o amor. Se livremente respondemos ao seu amor, seremos plenamente realizados e felizes.

“Evita o mal e faze o bem,
procura a paz e vai com ela em seu caminho” ( Sl 34, 16 ).

It. Teresa Cristina Potrick, ISJ